Início Noticias ‘Agora é pelo menos R$ 40 mil para um story’, diz GKay

‘Agora é pelo menos R$ 40 mil para um story’, diz GKay

57
0
Após o sucesso da sua festa de aniversário de 29 anos, a “Farofa da GKay”, a influenciadora Gessica Kayane disse que vai subir o preço dos seus serviços de publicidade nas redes sociais. A paraibana, que também é humorista e atriz, acumula mais de 17 milhões de seguidores no Instagram, além de mais de 1 milhão de inscritos em seu canal no YouTube e mais de 17 milhões de seguidores no TikTok.
“Amor, agora é pelo menos R$ 40 mil para um story”, afirmou em entrevista à Folha de S. Paulo. “Se quiser feed [publicação que permanece na página da pessoa], vai ter que batalhar para a gatinha aqui fazer, que ela tá requisitada”, completou.
Durante a ‘Farofa’, as redes sociais foram tomadas por comentários sobre o evento, que aconteceu no Marina Park Hotel, em Fortaleza, e durou três dias, com tudo pago por ela.
A festa teve shows de Léo Santana, Alok e Wesley Safadão, entre outros artistas. Na comemoração, os convidados, a maioria celebridades, subcelebridades e influenciadores, postaram vídeos, fotos e faziam transmissões em tempo real, inclusive de momentos íntimos como beijos e barracos.
Enquanto isso, seguidores da Farofa e outros internautas acompanhavam tudo pelas redes e compartilhavam o conteúdo, que viralizou. Segundo uma contagem realizada por Galileu Nogueira, fundador da consultoria de Branding Influxo&CO, o evento teve uma audiência de 66 milhões de pessoas no Instagram, com base no número de seguidores dos convidados.
“Eu não queria que tivesse nenhum veículo tradicional. Só chamei sites de fofoca, para mostrar a força que a internet tem. Há tanta coisa que o mundo digital pode oferecer”, afirmou GKay à Folha.
As câmeras só foram proibidas no chamado “Dark Room”, uma sala escura montada para o pós-festa. Um segurança ficou na porta para garantir o cumprimento da regra.
Gkay organiza a Farofa desde 2017. Segundo ela, o gasto deste ano foi de R$ 2,8 milhões. Algumas parcerias com marcas cobriram 20% das despesas da festa.
“A Farofa também é um grande investimento na minha carreira e imagem. É como se eu fosse uma cantora e gastasse milhões em um clipe”, contou.
De acordo com a influenciadora, a Farofa vai virar um documentário, que já está pronto. Ela disse ainda que também recebeu “muitas propostas” para transformar o evento em um festival aberto ao público. “Eu ainda estou analisando as opções e pensando. Mas, já soltando um spoiler, talvez venha alguma coisa aí para o Carnaval”, garantiu.