Início Noticias Norte-Nordeste ganha novo instituto de ciência e tecnologia

Norte-Nordeste ganha novo instituto de ciência e tecnologia

301
0
No último domingo, 19, no stand Territórios do Brasil, montado pelo IFBaiano, dentro do XII Festival Internacional do Chocolate, em Ilhéus, membros da sociedade civil, professores, empreendedores, imprensa e  produtores oriundos dos estados de Sergipe e Bahia se uniram para constituição do INTBIO – Instituto de Inovação, Tecnologia e Bioeconomia, uma iniciativa que tem como missão promover e apoiar ações de popularização da ciência, tecnologia, inovação e de divulgação nos territórios do Brasil e das Comunidades dos Países da Língua Portuguesa ( CPLP).  
O INTBIO  é um instituto sem fins lucrativos que tem como objetivo contribuir para promoção e aprimoramento do conhecimento cientifico-tecnológico e da cultura de inovação pela população em geral, visando ampliar as oportunidades de inclusão social das camadas mais vulneráveis do território brasileiro e dos demais países da CPLP, criando bases sustentáveis de autonomia e possibilitando a conquista do empoderamento e efetiva participação cidadã para melhoria do ensino de ciência, empreendedorismo e inovação.  
De acordo com o que rege as metas e missões do instituto, ratificadas pela diretoria, encabeçada pela presidente eleita, a jornalista Caliana Mesquita (Bahia), e pelo vice presidente eleito, Prof. Universitário Bento Francisco Junior ( Sergipe)  há objetivos específicos do instituto que seguem um comprometimento coletivo de todos os membros:  
“Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida ; alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres  e meninas, além de indiretamente contribuir para todos os demais objetivos, ao buscar o estabelecimento de uma cultura cientifica na sociedade que contribua para a disseminação de conhecimentos e soluções”, são objetivos que regem a formação do INTBIO.  
 O instituto teve como consultor um cientista que inspira ações exitosas no entorno da ciência. O professor Dr. Ivan Pereira, engenheiro de alimentos e pesquisador do IFBaiano/Campus Uruçuca, que vem quebrando barreiras e por meio da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – ação apoiada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e pelo CNPq – desde 2018 vem unindo força junto a cientistas de outras instituições do norte e nordeste com a finalidade de formatar a popularização e divulgação da ciência, tecnologia e inovação. 
Os professores Dr. Maycon Reis  e Dr. Danilo Souza ( UFS-Campus do Sertão), Dr. Lucas Landim (IF-Campus Guanambi) e Dr. Josué Oliveira ( IF-Campus Uruçuca) compõem este time  de cientistas que promovem a popularização e divulgação da ciência, inovação e tecnologia por meio da educação e empreendedorismo. 
“Iniciamos uma parceria desde 2018 com a Universidade Federal do Sergipe, sendo que em 2019 realizamos juntos a Semana Territorial de Ciência e Tecnologia em Sergipe e Bahia; em 2020 uma edição envolvendo o norte-nordeste; e em 2021 a Maratona Território do Brasil, culminando com o Festival do Chocolate, em Ilhéus, o qual denominamos “NanoFeira” e já estamos na etaoa de planejamento de mais duas Feiras de Ciência Estaduais, uma em Nossa Senhora da Gloria (Sergipe) e outra em Guanambi (Ba)”, informou o Dr. Ivan  explicando que foi justamente diante a necessidade de obter lastro de suporte institucional para execução de ações como estas que se inspirou em recomendar a criação o INTBIO para as 12 empresas que foi consultor durante um Programa Nacional apoiado pela SETEC/MEC.  
“ A inspiração para reunir atores e formarmos juntos o instituto veio por um pedido de socorro, diante a necessidade de se ter governança que olhasse com atenção especial para a ciência, tecnologia e inovação. Segundo pela necessidade na captação de recurso, ideias precisam de investimento para serem executadas. Terceiro motivo está ligado a comunicação e divulgação, precisamos difundir as ideias e torna-las acessíveis aos investidores, assim conseguimos incentivar a criatividade e a inteligência coletiva da população para resolvermos juntos os problemas sociais”, disse o prof. Dr Ivan Pereira, membro do comitê cientifico do INTBIO.  
Entre as principais linhas de ação do instituto estão: a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia; feiras e olimpíadas; apoio a escolas, centros, praças museus e memoriais de ciência, tecnologia e inovação; realização de maratonas; apoio a estudantes de comunidades produtivas e tradicionais, micro e pequenas empresas  para o aprimoramento e desenvolvimento de negócios inovadores ; apoio a atividades de PD&I e extensão em parceria com as ICTs; incentivo a arte e a cultura além de atendimento a empreendedores para o desenvolvimento de startups.