Início Noticias Bellintani confirma fim do projeto do time de transição

Bellintani confirma fim do projeto do time de transição

116
0
O Bahia não contará mais com o time de aspirantes. Presença garantida durante os últimos dois estaduais disputados pelo Esquadrão de Aço, a equipe de transição irá ser unificada ao plantel profissional a partir de fevereiro. 
 

Alex Torres

Bellintani confirma fim do projeto do time de transição

TV BAHÊA

 A informação foi confirmada pelo presidente do clube, Guilherme Bellintani, nesta quarta-feira, 5, durante a coletiva de apresentação do planejamento do ano. Segundo o mandatário, a decisão foi motivada pela redução do número de competições disputadas pelo Bahia, que não terá mais a Copa Sul-Americana. 
“Com a redução do número de competições, nossa decisão é não trabalhar mais com dois times diferentes. Durante janeiro, haverá o período de unificação.  A partir de fevereiro, haverá um único grupo trabalhando sob liderança de Guto Ferreira. Nosso treinador sub-23, Bruno Lopes, passa a ocupar o cargo de auxiliar fixo da casa. Cargo que antes era ocupado por Cláudio Prates e estava vago desde então”, explicou Bellintani. 
Sobre como vai funcionar o processo de dissolução do elenco de transição, Bellintani afirmou que Bruno Lopes seguirá a frente do grupo durante o mês de janeiro, uma vez que o time já vinha trabalhando desde o fim do ano passado. 
“Os primeiros jogos do Baiano serão comandados por Bruno, o time que vai a campo será em maioria do projeto de transição. Vamos começar o Baiano com o time de transição por eles estarem treinando desde o início de dezembro”, acrescentou o presidente. 
Com relação ao elenco principal e as várias saídas que tem sido anunciadas para adequação da realidade financeira do clube após o rebaixamento à Série B, Bellintani disse que as saídas previstas para ocorrer, já foram anunciadas. No entanto, pode ser que ainda haja mais negociações de atletas. 
“Todos os jogadores que tem contrato com o clube seguirão trabalhando conosco. E temos disponibilidade para conversarmos com o mercado, com outros clubes, para fazer negócios e liberações a partir do contratos que temos. Ainda não temos nenhuma definição sobre saída de atletas, a não ser aquelas que já foram divulgadas”, pontuou o gestor. 
Rossi
Na última semana, a despedida do atacante Rossi pegou muitos torcedores de surpresa. Inicialmente, havia-se anunciado que o jogador de 28 anos permaneceria no elenco que disputaria a Série B em 2022. No entanto, o atleta veio através de suas redes sociais informar que não continuaria. Sobre a situação, o presidente Guilherme Bellintani explicou que o atleta possuía em seu contrato uma cláusula que previa uma renovação automática do vínculo. Entretanto, o próprio atacante teria manifestado posteriormente o desejo em não permanecer no clube para a temporada.
“Rossi teve uma cláusula de renovação automática no contrato dele, mas informou ao clube que não desejava seguir em 2022. Estamos avaliando essa situação juridicamente, mas o que eu posso adiantar é que só queremos que esteja no clube o atleta que quiser estar. Para nós, isso é inegociável. Independente de qualquer questão, nosso elenco precisa de jogadores que queiram estar aqui”