Início Noticias Presidente da Câmara de Camaçari critica suspensão do REIQ

Presidente da Câmara de Camaçari critica suspensão do REIQ

293
0
O presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Júnior Borges (DEM), criticou a decisão do presidente Jair Bolsonaro, que revogou em caráter imediato o Regime Especial da Indústria Química (REIQ) através de medida provisória no último dia de 2021.
Segundo Borges, a nova MP desconsidera o debate e decisão conjunta tomada pela Câmara e Senado Federal. 
“Isso me deixa extremamente triste, pois já não se tem segurança jurídica e de manutenção dos acordos que são feitos no Congresso Nacional com o Governo Federal”, avaliou.
Ele pontuou que a manutenção do REIQ foi pauta de luta em Brasília e que diversos políticos foram convocados a participar..
Entre os nomes, estão o presidente nacional do DEM, ACM Neto; o presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior; o prefeito de Salvador, Bruno Reis, o prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo; os senadores Jaques Wagner, Ângelo Coronel, Otto Alencar e o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, entre outros nomes. 
“A extinção prejudica quase 20 empresas no Brasil e de maneira muito impactante a Braskem, que opera em nossa cidade. São 85 mil empregos sob risco de extinção, além de queda na arrecadação e redução do PIB”, disse Bo 

Político afirmou que ficou extremamente triste com a decisão

|  Foto: Divulgação

 rges.