Início Noticias “Querer apontar culpado agora é injustiça”, diz prefeito

“Querer apontar culpado agora é injustiça”, diz prefeito

288
0
O prefeito de Capitólio, Cristiano Silva (PP)  disse que querer apontar agora um culpado para o acidente com turistas no largo de Furnas é ‘injustiça’. Ele disse que a prioridade das autoridades neste momento é a busca pelas pessoas que seguem desaparecidas.No sábado, 8, um deslizamento de rochas sobre lanchas repletas de turistas deixou 10 mortos e 32 pessoas ficaram feridas.De acordo com o prefeito, os mortos confirmados até então estavam a bordo de uma mesma lancha – no total, três foram atingidas pelo desabamento.“Das 32 pessoas feridas, temos somente quatro pessoas que seguem hospitalizadas”, disse à CNN Brasil neste domingo, 9.Questionado sobre a responsabilidade sobre a região do cânion, o prefeito alegou: “O ordenamento marítimo está a cargo da Marinha. Temos a Marinha na nossa região desde 2019, e o ordenamento está por conta deles.”“Dentro dos cânions temos leis que proíbem que as pessoas nadem e a ancoragem de lanchas”, completou. O prefeito disse que a fiscalização é feita através de um fiscal utilizando jet ski.