Início Noticias Engenheiro americano tentou vender segredos sobre submarinos

Engenheiro americano tentou vender segredos sobre submarinos

302
0
Um engenheiro da Marinha americana admitiu nesta segunda-feira, 14, à Justiça que tentou vender segredos sobre submarinos nucleares a uma potência estrangeira, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.
Jonathan Toebbe, 43, declarou-se culpado a um juiz federal, mais de quatro meses depois de ter sido preso com a mulher, Diana Toebbe. Em troca de sua declaração, ele deve ser condenado a até 17,5 anos de prisão.
Diana, professora, afirma que é inocente e pediu que seja solta para cuidar de seus dois filhos adolescentes. Mas a confissão de culpa de seu marido também a incrimina.
Os documentos do tribunal não especificam para qual país o casal tentou vender as informações e sugere apenas que se trata de um aliado dos Estados Unidos cujo idioma principal não é o inglês.
O Departamento de Justiça informou em sua nota que Jonathan Toebbe trabalhava desde 2012 no projeto de reatores para submarinos da classe Virgínia, a última geração de submersíveis de ataque da frota americana.
Em abril de 2020, Toebbe enviou um pacote para outro país contendo documentos e instruções para estabelecer contato por meio de um endereço de retorno em Pittsburgh, Pensilvânia. O pacote continha “uma amostra de Informações Restritas e instruções para estabelecer uma relação secreta para a compra de mais Informações Restritas”, segundo o Departamento de Justiça.
“Toebbe começou a trocar e-mails criptografados com um indivíduo que ele acreditava ser representante de um governo estrangeiro. O indivíduo era, na verdade, um agente do FBI disfarçado”, detalhou o departamento.